Como ter a sua própria marca de cosméticos?

Abrir uma marca de cosméticos pode ser algo promissor para quem tem espírito empreendedor e gosta do segmento de beleza e higiene pessoal. Você provavelmente sabe que a indústria de cremes, maquiagens e perfumes movimenta bilhões de reais por ano no Brasil. O país ocupa a quarta posição no ranking mundial de consumo de produtos do setor, atrás apenas dos Estados Unidos, China e Japão. (*)

 

No entanto, apesar de ser um mercado atraente, para obter sucesso é preciso ter muito cuidado na hora de lançar uma linha de cosméticos. Pensando nisso, preparamos este post com as melhores dicas para quem deseja abrir a sua própria marca, mas não sabe por onde começar. Continue a leitura e confira!

 

Avalie bem o mercado e as tendências

O primeiro passo é amadurecer a ideia. Pesquise bastante sobre a atual situação do segmento e as tendências futuras. Se você pensa em lançar uma linha de hidratantes para as pernas, por exemplo, é preciso estar por dentro do desempenho de outras marcas. Descubra que tipo de creme a concorrência está produzindo. Quais são os produtos que fazem mais sucesso com o público? E o que está faltando no mercado?

 

Pesquise em livros e na internet, converse com profissionais do setor e participe de eventos que possam proporcionar conhecimento. Dedique tempo para aprender como funciona a fabricação de produtos de higiene pessoal e cosméticos. Conheça os principais ingredientes que compõem cada processo produtivo. O quanto mais inserido você estiver nesse setor, maiores serão as chances de acertar, não é mesmo?

 

Defina o que você vai vender e a extensão da marca de cosméticos

São muitas as opções de produtos que podem ser criados neste ramo. O ideal é que, no início, a empresa foque em uma linha específica e lance as novidades aos poucos.

 

Primeiro, determine qual será o tipo de cosmético que você pretende vender: cremes para pele, shampoos, condicionadores, óleos, sabonetes líquidos e hidratantes são algumas das alternativas.

 

Depois, defina para quem serão destinados os produtos: homem ou mulher? Com poder aquisitivo alto ou baixo? Jovem ou adulto? Para isso, estude bem a demanda e a concorrência. Um segmento que se destaca atualmente e tem alto potencial de consumo é o de produtos cosméticos para homens. Diversas empresas têm investido em linhas exclusivas para o público masculino, oferecendo desde cremes para a pele, a perfumes e loções desodorantes.

 

Vale reforçar que a inovação é algo que está cada vez mais presente no setor de cosméticos e, portanto, precisa fazer parte do seu planejamento. Procure destacar a sua marca em relação às outras. O que ela vai proporcionar de diferente ao cliente?

 

Aposte na terceirização dos produtos

Engana-se quem pensa que terceirizar a produção é algo direcionado apenas para grandes organizações. No setor dos cosméticos, a terceirização é uma alternativa interessante para quem sonha em ter a sua própria marca. Isso porque ao direcionar toda a fabricação para uma empresa especialista no segmento, você não vai precisar se preocupar com o espaço que seria necessário para fazer a produção, equipe interna e poderá simplificar a sua estrutura administrativa.

 

Além disso, é possível dedicar mais atenção e tempo para outras áreas importantes do negócio, como vendas e marketing, visando turbinar os resultados. Resumindo, a terceirização pode ser usada como uma poderosa ferramenta estratégica, que contribui para o crescimento da marca.

 

Para isso, escolha uma empresa que seja capaz de reproduzir a fórmula dos seus cosméticos com excelência na qualidade e nos prazos estipulados. É fundamental ter a certeza de que o processo de fabricação será acompanhado por profissionais treinados e capacitados. Opte por uma empresa experiente, que já seja parceira de outros players do mercado e que possa realizar desde a produção à envase.

 

Assegure, também, que a ela irá atender às suas expectativas. Para isso, é fundamental comunicar com clareza aquilo você deseja e dar as instruções corretas. Assim, você terá a confiança de que o cliente vai receber o produto que comprou.

 

Conheça todas as normas e leis do setor

Os aspectos legais, técnicos, fiscais e regulamentares para a indústria de cosméticos são uma parte extremamente importante. Consulte especialistas e órgãos reguladores para conhecer as normas vigentes e minimizar qualquer tipo de adversidade.

 

Ao terceirizar a produção, é importante se certificar da origem e conformidade dos produtos. Por isso, é primordial apostar em uma empresa que respeite a legislação de órgãos reguladores como a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

 

Além disso, a organização precisa atuar de acordo com as leis trabalhistas e garantir que os colaboradores recebam a segurança necessária.

 

Pense no conceito e na identidade da marca

Não é apenas a qualidade do produto que conquista o consumidor, mas também o conceito que a marca carrega. Apoiar a responsabilidade social, por exemplo, é uma boa ideia para a sua empresa defender.

 

Faz parte desta etapa definir o logo e o nome da marca, que deve ser curto, diferente da concorrência e fácil de decorar. Não copie outras empresas; faça algo único.

 

Estude o canal de vendas

Se você ainda não pensou como irá vender os produtos para os clientes, chegou a hora de fazer isso. Loja física, online ou distribuição para estabelecimentos revendedores são algumas opções.

 

Não existe um canal de vendas ideal, pois a escolha vai depender – e muito – das características do seu negócio. No entanto, vale uma dica de um canal que está em alta: as vendas pela internet no Brasil tiveram crescimento nominal de 5,2% no primeiro semestre de 2016, em relação ao ano anterior, de acordo com dados da Ebit, empresa especialista no comércio eletrônico.

 

Independentemente do método de vendas escolhido, é importante adotar estratégias de venda para turbinar seus resultados. Tenha sempre em mente quais são os diferenciais da sua marca de cosméticos. Por que ela é extraordinária e precisa ser experimentada pelos clientes? Se a sua marca decidiu apoiar algum projeto social ou ambiental, por exemplo, dê destaque à atitude e valorize a responsabilidade da empresa.

 

E então, leitor, o que achou das dicas para ter a sua própria marca de cosméticos? Ficou alguma dúvida? Compartilhe com a gente sua opinião nos comentários abaixo!

 

* O dado é da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, Abihpec.

8 hábitos de pessoas bem-sucedidas

Os nossos hábitos diários são capazes de influenciar tanto no desempenho profissional, como no pessoal. Para ter uma vida de qualidade nesses dois campos, é necessário encontrar o equilíbrio como um todo. Nesse contexto, conhecer os hábitos de pessoas bem-sucedidas pode ser algo interessante para quem deseja rever seus comportamentos e melhorar resultados neste novo ano que está começando.

 

Como pessoas de sucesso trabalham para alcançar suas metas e ser cada dia mais felizes? O que elas fazem ou deixam de fazer? É isso que você vai descobrir no post de hoje. Vamos lá?

 

Os hábitos de pessoas bem-sucedidas

 

Ter iniciativa

Demonstrar atitude para tentar solucionar problemas que surgem na rotina da empresa ou sugerir ao gestor maneiras de resolvê-los são formas de tomar iniciativa. Não deixe que o medo de errar impeça você de assumir riscos. Pessoas que chegam ao topo já passaram por diversos fracassos.

 

Antes de atingir o sucesso, por exemplo, Steve Jobs, fundador da Apple, uma das marcas mais valiosas do mundo, foi afastado e demitido da sua própria companhia. Walt Disney também enfrentou inúmeros momentos difíceis. No entanto, apesar de tudo, os dois aprenderam a lidar com o fracasso e continuaram tendo iniciativa.

 

Aqui, vale uma dica extra: lembre-se de que tomar iniciativa não significa fazer qualquer coisa. Tenha em mente que agir sem pensar e planejar pode piorar a situação.

 

Manter relações saudáveis

Uma questão mal resolvida com algum familiar ou amigo acaba interferindo em nossa produtividade dentro e fora do trabalho, não é mesmo? Seja na vida pessoal ou profissional, dificilmente conseguimos ficar com a cabeça tranquila quando estamos com problemas para se relacionar com outras pessoas.

 

O conselho para evitar que isso aconteça é cultivar relações saudáveis e que transmitam boas energias para os dois lados. Exercite diariamente sua habilidade de ter paciência, compaixão e colocar-se no lugar do outro. Conviver em harmonia com as pessoas faz toda a diferença.

 

Definir objetivos a seguir

Quem vive sem metas profissionais e sonhos pessoais não sabe como é a sensação de vitória. Portanto, dedique-se a definir quais são os seus objetivos de curto, médio e longo prazo. Pessoas bem-sucedidas sabem exatamente o que desejam e trabalham duro para que tudo seja conquistado com suor e esforço.

 

Não se desespere caso os objetivos não vierem à cabeça de imediato. É comum que eles mudem conforme o tempo passa e, por isso, devem ser reavaliados com frequência. Separe um tempo com calma para pensar sobre eles e, depois de defini-los, faça uma lista. Acredite que os seus alvos são atingíveis e mãos à obra!

 

Cuidar da saúde

Assim como é preciso manter boas relações interpessoais, cuidar da saúde é algo extremamente importante para quem quer atingir o sucesso – afinal, sem saúde você fica impossibilitado de correr atrás dos seus sonhos.

 

Portanto, mantenha uma rotina de alimentação saudável e equilibrada. Além de beber muita água, acrescente verduras, legumes e frutas no cardápio diário. Sempre que possível, aproveite o tempo livre para fazer atividades físicas. O recomendado é tentar se exercitar pelo menos três vezes por semana. Com o passar do tempo, você vai perceber que os exercícios fazem bem para o seu corpo e mente, e aumentam a sua imunidade.

 

Encontrar tempo para refletir sobre a vida

Sabe aqueles momentos de paz em que você está sozinho durante os dias de folga do trabalho? Eles são perfeitos para fazer reflexões e analisar como está a sua vida. Pensar nas lições de sucesso e fracasso aprendidas durante a semana nos prepara para o presente e futuro.

 

A reflexão também ajuda a avaliar se você está no caminho certo para atingir os seus objetivos pessoais e profissionais, para se tornar, assim, uma pessoa realizada e motivada.

 

Passar tempo com a família e amigos

A realização profissional repercute positivamente no seu bem-estar pessoal. Quando você recebe uma notícia boa no trabalho, como uma promoção, a primeira coisa que pensa é em comemorar com a família e amigos, certo?

 

Da mesma forma, aproveitar a vida com pessoas que ama faz de você uma pessoa mais feliz no trabalho. Portanto, curta com intensidade os momentos que tiver com a sua família, pois ficar perto de pessoas queridas faz um bem enorme. Gestos simples como um abraço matinal podem melhorar o seu dia.

 

Reserve, também, um tempo para os velhos e os novos amigos. Poucas coisas são tão gostosas como passar uma tarde conversando com eles. Você pode não perceber na hora, mas períodos como esses estimulam e dão força para seguir em frente. Tente encontrar um equilíbrio saudável entre a vida pessoal e a profissional.

 

Buscar novos aprendizados

 

Aprender uma coisa nova, seja ela qual for, é algo motivador e capaz de agregar muito valor dentro e fora do trabalho. Às vezes, um filme que você vê em casa proporciona conhecimentos que serão aproveitados nas tarefas diárias da empresa.

 

Portanto, neste novo ano, experimente dedicar-se a adquirir conteúdo de qualidade. Ler livros, jornais, revistas e artigos como esse, fazer cursos presenciais ou online, assistir a vídeos, filmes e documentários. São muitas as atividades que propiciam conhecimentos que te tornam uma pessoa melhor. Bill Gates, fundador da Microsoft e empresário de sucesso, lê 50 livros por ano, mas você pode começar com uma meta bem menos agressiva, combinado?

 

Além disso, procure conversar com pessoas de diferentes repertórios e pontos de vista, que sejam capazes de transmitir suas experiências. Para construir nossas opiniões é importante ouvir as visões dos outros.

 

Fazer coisas que ama

Por fim, mas não menos importante, cultive o hábito de fazer coisas que você ama e sinta prazer. Passear com o cachorro, ouvir música, visitar os parentes, ir à praia, pintar e etc. Por mais corrida que a rotina esteja, não deixe de praticar as atividades que te fazem bem.