AGE do Brasil vive momento de crescimento e expansão em meio à crise econômica

A crise política e econômica no Brasil parecia não dar trégua e, enquanto muitas empresas fecham fábricas ou encerram totalmente suas atividades, algumas indústrias não somente mantêm suas atividades como experimentam considerável crescimento e vêm expandindo seus negócios, alcançando novos mercados. De acordo com levantamento realizado pela Betalabs, especializada em Enterprise Resource Planning (ERP), de nove segmentos analisados no último ano, o setor de cosméticos foi o segundo em crescimento (8%), atrás somente do alimentício (9%).

 

No mercado internacional, o Brasil responde por 7,1% do consumo de cosméticos e produtos de higiene pessoal. A Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) projetou, para 2017, crescimento de 4,5% em higiene pessoal; 3,4% em perfumaria e 2,7% em cosméticos, em relação a 2016.

 

COMO A AGE DO BRASIL CONSTRUIU SEU CRESCIMENTO EM TEMPOS DE CRISE ECONÔMICA

Há 15 anos, a AGE investe no Brasil, pois acredita no potencial de trabalho e no mercado brasileiro. Nos últimos quatro anos, a operação da AGE saiu de uma abrangência centralizada em Santa Catarina e foi também para São Paulo visando a melhor logística de entrega. Encontramos dificuldades que foram superadas desde o começo de uma forma tão positiva, que batemos todos os recordes de produção jamais pensados, e isso alimentou ainda mais a vontade de crescer.

Em 2015, produzimos 30 milhões de unidades somente na Matriz, em Palhoça (SC). No ano seguinte, quando a Unidade 2 (em Vinhedo, SP) entrou em funcionamento, praticamente dobramos a produção como resposta às demandas deste segmento de mercado tão promissor para qual terceiramos a produção com qualidade e excelência.

Em 2017, com a inauguração da terceira fábrica (também em Vinhedo), e nossa meta para este ano é ultrapassar os 100 milhões de unidades produzidas. Para isso, contamos com quase 400 funcionários nas três fábricas. A produção em SP contempla as linhas de oral care (cremes dentais e enxaguatórios), sabonetes em barra e lenços umedecidos. Em Santa Catarina são produzidos outras linhas como hidratantes, colônias, álcool em gel, além dos shampoos e condicionadores.

Entenda como funciona a terceirização de cosméticos, baixe nosso e-Book gratuito.

 

Compromisso com a qualidade

É importante lembrar que todo cosmético precisa ser aprovado pela Anvisa antes de ser lançado, por isso nosso alto padrão de qualidade se destaca nos produtos que entregamos para os seus clientes. A AGE se diferencia por ser a única empresa do segmento com um sistema de gestão certificado pelos selos ISO9001 e ISO14001 na América Latina. Quer saber mais sobre nosso compromisso? Assista um vídeo com Daniela Arend, diretora de qualidade como a AGE do Brasil.

 

crise econômica

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *